Hierarquia Militar: Uma Análise da sua Origem, Evolução e Importância Atual

Créditos: Coronel PM André Henrique Avelar de Sousa – Comandante Geral da PMGO em solenidade no 27º BPM, Senador Canedo – GO | Foto: CB. David

O que é hierarquia militar?

Hierarquia militar é a ordem de subordinação entre os diferentes postos e graduações das forças armadas, polícias militares e corpos de bombeiros militares. 

A hierarquia militar compõe a cadeia de comando a ser seguida por todos os integrantes das forças em sua estrutura organizacional.

A hierarquia militar também define as funções, responsabilidades e prerrogativas de cada grau hierárquico.

Como funciona a hierarquia militar?

A hierarquia militar se divide em duas classes: oficiais e praças. Os oficiais são os militares que exercem o comando, a chefia e a direção das organizações militares.

Os praças são os militares que auxiliam e executam as ordens dos oficiais. Dentro dessas classes, há subdivisões que variam de acordo com a força e o nível de qualificação profissional.

A origem da hierarquia militar

A hierarquia militar é uma forma de organização social que se baseia na subordinação de uns aos outros de acordo com o grau de autoridade e responsabilidade.

É essencial para o funcionamento das forças armadas, pois permite a distribuição de tarefas, a coordenação de ações e a manutenção da disciplina e da ordem.

A origem histórica da hierarquia militar

A hierarquia militar tem suas raízes na antiguidade, quando as primeiras civilizações começaram a formar exércitos para defender seus territórios e expandir seus domínios.

Os exércitos eram compostos por guerreiros que se agrupavam em unidades menores, como pelotões, companhias e batalhões.

Cada unidade tinha um líder que era reconhecido por sua bravura, experiência ou prestígio. Esses líderes eram os primeiros oficiais militares, que tinham o dever de comandar, orientar e motivar seus subordinados.

Com o passar do tempo, as estruturas militares foram se tornando mais complexas e diversificadas, exigindo uma maior especialização e diferenciação dos oficiais.

Surgiram assim os postos e as graduações militares, que indicavam o nível de autoridade e de qualificação profissional de cada militar.

Os postos e as graduações militares variavam de acordo com a cultura, a tradição e a organização política de cada povo.

A hierarquia militar romana

Os romanos tinham um exército bem organizado e disciplinado, que era dividido em legiões, coortes, centúrias e contubernia.

Cada unidade tinha um comandante com um título específico, como legatus, tribunus, centurio e decurio.

Os soldados romanos eram chamados de legionários ou milites e podiam ascender na carreira militar por mérito ou antiguidade.

A hierarquia militar espartana

Os espartanos eram um povo guerreiro que vivia em uma sociedade militarizada. Todos os homens livres eram obrigados a servir no exército desde a infância até a velhice.

O exército espartano era composto por hoplitas, que eram soldados de infantaria pesada armados com lanças e escudos.

Os hoplitas se organizavam em falanges, que eram formadas por fileiras de soldados que lutavam lado a lado.

Cada falange tinha um líder chamado polemarco, que era auxiliado por outros oficiais como lochagos, pentekontarchos e enomotarchos.

A hierarquia militar feudal

Na Idade Média, o sistema feudal dominava a Europa. O poder político estava nas mãos dos senhores feudais, que possuíam terras e vassalos.

Os senhores feudais tinham o dever de proteger seus domínios e prestar homenagem ao rei.

Para isso, eles contavam com o apoio dos cavaleiros, que eram guerreiros nobres que juravam fidelidade ao seu senhor em troca de terras e privilégios.

Os cavaleiros formavam a elite militar da época e seguiam um código de honra chamado cavalaria.

Abaixo dos cavaleiros estavam os escudeiros, que eram aprendizes de cavalaria, e os servos, que eram camponeses que trabalhavam nas terras dos senhores feudais.

A origem da hierarquia militar no Brasil

No Brasil, a hierarquia militar foi influenciada por duas forças armadas diferentes: a francesa, logo depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), e a americana, na década de 1940.

A influência francesa se deu principalmente na organização do Exército Brasileiro, que adotou o modelo de divisão territorial em regiões militares e o sistema de serviço militar obrigatório.

A influência americana se deu principalmente na organização da Força Aérea Brasileira, que foi criada em 1941 a partir da fusão das aviações do Exército e da Marinha, seguindo o padrão dos Estados Unidos.

A hierarquia militar brasileira atual é regulada pelo Estatuto dos Militares (Lei 6.880, de 9 de dezembro de 1980), que estabelece as classes, os postos e as graduações das forças armadas, bem como os direitos e deveres dos militares.

A hierarquia militar brasileira é composta por oficiais e praças, que se subdividem em outras categorias de acordo com o nível de responsabilidade e qualificação profissional.

A cada grau hierárquico corresponde uma insígnia, que é usada na gola, na manga ou nos ombros do uniforme de cada militar.

A hierarquia militar brasileira é semelhante nas três forças armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), com algumas diferenças de nomenclatura e de insígnia.

Além disso, a hierarquia militar também se aplica às polícias militares e aos corpos de bombeiros militares dos estados e do Distrito Federal, que são considerados forças auxiliares e reserva do Exército.

As polícias militares e os corpos de bombeiros militares seguem a mesma estrutura hierárquica do Exército, com algumas adaptações.

A importância da hierarquia militar

A hierarquia militar é fundamental para o funcionamento das forças armadas e das forças auxiliares, pois permite a distribuição de tarefas, a coordenação de ações e a manutenção da disciplina e da ordem.

A hierarquia militar também define as funções, responsabilidades e prerrogativas de cada grau hierárquico.

A hierarquia militar implica em obediência, respeito e lealdade entre os militares. Os superiores devem tratar os subordinados com dignidade, justiça e camaradagem.

Os subordinados devem cumprir as ordens dos superiores com prontidão, eficiência e cortesia. Os militares devem ter espírito de corpo e honrar a instituição a que pertencem.

A hierarquia militar também implica em deveres e direitos para os militares.

Os deveres incluem: defender a pátria; cumprir as leis e regulamentos; zelar pelo patrimônio público; dedicar-se ao serviço; manter-se atualizado profissionalmente; preservar a honra pessoal e a reputação das forças armadas.

Os direitos incluem: remuneração condigna; assistência médica; promoção; estabilidade; transferência; reforma; pensão; honras fúnebres.

Quais são os postos e graduações da hierarquia militar?

Os postos e graduações da hierarquia militar são representados por insígnias que são usadas na gola, na manga ou nos ombros do uniforme de cada militar.

A seguir, apresentamos os postos e graduações da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira.

Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil possui os seguintes postos e graduações:

Oficiais GeneraisAlmirante (somente em tempo de guerra), Almirante de Esquadra, Vice-Almirante e Contra-Almirante
Oficiais SuperioresCapitão de Mar e Guerra, Capitão de Fragata e Capitão de Corveta
Oficiais IntermediáriosCapitão-Tenente
Oficiais SubalternosPrimeiro-Tenente e Segundo-Tenente, Guarda-Marinha (Oficial em Formação)
SuboficialSuboficial
Primeiro-SargentoPrimeiro-Sargento
Segundo-SargentoSegundo-Sargento
Terceiro-SargentoTerceiro-Sargento
CaboCabo
Marinheiro(equivalente ao soldado do Exército e da Aeronáutica)
Hierarquia da Marinha do Brasil

Exército Brasileiro

O Exército Brasileiro possui os seguintes postos e graduações:

Oficiais GeneraisMarechal (somente em tempo de guerra), General de Exército, General de Divisão e General de brigada
Oficiais SuperioresCoronel, Tenente-Coronel e Major
Oficiais IntermediáriosCapitão
Oficiais SubalternosPrimeiro-Tenente e Segundo-Tenente
Subtenente:Subtenente
Primeiro-SargentoPrimeiro-Sargento
Segundo-SargentoSegundo-Sargento
Terceiro-SargentoTerceiro-Sargento
CaboCabo
SoldadoSoldado
Hierarquia do Exército Brasileiro

Força Aérea Brasileira

A Força Aérea Brasileira possui os seguintes postos e graduações:

Oficiais GeneraisMarechal do ar (somente em tempo de guerra), Tenente-Brigadeiro, Major-Brigadeiro e Brigadeiro.
Oficiais SuperioresCoronel, Tenente-Coronel e Major
Oficiais IntermediáriosCapitão
Oficiais SubalternosPrimeiro-Tenente e Segundo-Tenente e Aspirante
SuboficialSuboficial
Primeiro-SargentoPrimeiro-Sargento
Segundo-SargentoSegundo-Sargento
Terceiro-SargentoTerceiro-Sargento
CaboCabo
SoldadoSoldado
Hierarquia da Força Aérea Brasileira

Conclusão

A hierarquia militar é mais do que uma forma de organização social. É uma expressão da cultura, da tradição e da identidade das forças armadas e das forças auxiliares.

Ela reflete os valores, os princípios e os ideais que norteiam a atuação dos militares em defesa da pátria, da soberania e da democracia.

Ela também um instrumento de gestão, de liderança e de motivação. A hierarquia militar permite a distribuição de tarefas, a coordenação de ações e a manutenção da disciplina e da ordem.

Define as funções, responsabilidades e prerrogativas de cada grau hierárquico. A hierarquia militar implica em obediência, respeito e lealdade entre os militares.

A hierarquia militar implica em deveres e direitos para os militares.

A hierarquia militar é um legado histórico que se renova e se adapta aos novos tempos. A hierarquia militar tem suas raízes na antiguidade, quando as primeiras civilizações começaram a formar exércitos para defender seus territórios e expandir seus domínios.

No Brasil, a hierarquia militar foi influenciada por duas forças armadas diferentes: a francesa e a americana.

A hierarquia militar brasileira atual é regulada pelo Estatuto dos Militares, que estabelece as classes, os postos e as graduações das forças armadas, bem como os direitos e deveres dos militares.

A hierarquia é um patrimônio nacional que merece ser conhecido, valorizado e respeitado por todos os brasileiros.

A hierarquia militar é um símbolo de patriotismo, de profissionalismo e de honra. A hierarquia militar é uma fonte de orgulho, de inspiração e de exemplo para as gerações presentes e futuras.

Comentários

Para comentar e visualizar os comentários é necessário estar logado ou criar conta.