Conheça a Academia Goiana de Letras, Ciências e Cultura dos Militares de Goiás – Coronel Mauro Borges Teixeira

A Academia de Letras, Ciências e Cultura dos Militares de Goiás - Coronel Mauro Borges Teixeira
A Academia Goiana de Letras, Ciências e Cultura dos Militares de Goiás – Coronel Mauro Borges Teixeira

A Academia Goiana de Letras, Ciências e Cultura dos Militares de Goiás – Coronel Mauro Borges Teixeira tem suas raízes na data de 24 de julho de 2023, marcando sua fundação.

O nome da academia presta homenagem ao ilustre Coronel Mauro Borges Teixeira, uma figura de destacada importância no contexto goiano.

O Coronel, que serviu nas Forças Armadas e ocupou o cargo de Governador do Estado de Goiás, desempenhou um papel preponderante na administração e na gestão científica do estado.

Uma das contribuições notáveis do Coronel Mauro Borges Teixeira foi a instituição da primeira Secretaria de Planejamento do estado.

Naquela época, nem a União, nem os outros entes federativos, dispunham de uma estrutura de planejamento comparável.

O Coronel Mauro Borges, após concluir um curso na Fundação Getúlio Vargas, introduziu a inovadora ideia de desenvolver um planejamento orçamentário e um planejamento de governo para o Estado de Goiás.

Essa abordagem visionária demonstrou que os militares possuem uma cultura singular, voltada para a eficiência e a gestão estratégica.

O patrono da academia não é o próprio Coronel Mauro Borges, mas sim o Cel. Getulino Artiaga Lima, que serviu na Polícia Militar do Estado de Goiás.

Getulino Artiaga Lima foi um político que exerceu o cargo de deputado estadual constituinte e, infelizmente, foi vítima de um trágico assassinato em 1950, enquanto concorria a uma eleição para deputado estadual.

Seu nome já era reverenciado pela Assembleia Legislativa, que havia nomeado seu plenário em sua honra, mas essa homenagem se perdeu quando o local foi transferido para o Parque Lozandes. A academia resgata essa homenagem e reconhece o Cel. Getulino Artiaga Lima como seu patrono.

A academia é constituída por 60 cadeiras, das quais 40 são reservadas a militares e até 20 a civis. Cada uma dessas cadeiras está associada a um patrono, que não necessariamente é de formação militar, embora muitos o sejam.

Confira a lista das 60 cadeiras:

  1. Coronel PM Getulino Lima Artiaga
  2. Coronel EB Mauro Borges Teixeira
  3. Iris Rezende Machado
  4. Bartolomeu Bueno da Silva
  5. Major PM Msto. Eurípedes Furtuoso
  6. Henrique Antônio Santillo
  7. Coronel Luiz Carlos Valadares Veras
  8. Bernardo Élis Fleury de Campos Curado
  9. Pedro Ludovíco Teixeira
  10. Marília Dias Mendonça (Marília Mendonça)
  11. Cabo PM Rogério do Amaral Serra
  12. Soldado BM Marcos Manhezo
  13. Coronel PM Waldir Martins de Morais
  14. Coronel PM Med. Vasco Martins Cardoso
  15. Tenente PM Msto. Raimundo Nonato Leite
  16. Luíz Alberto Maguito Vilela
  17. Cristiana dos Santos Mendes Lôbo
  18. Tenente PM Mauro Malta
  19. Luiz José da Costa (dupla Leandro e Leonardo)
  20. Pio Vargas Abadio Rodrigues
  21. Osires Teixeira
  22. Coronel PM Hilner Braga Ananias
  23. Coronel PM Divino Efigênio de Almeida
  24. Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas ( Cora Coralina)
  25. Soldado BM Dione Carlos dos Santos
  26. 2º Sargento BM Alcineide Borges da Silva
  27. Cabo BM Valdir Martins Pereira
  28. Soldado BM Geovane Silva Fonseca
  29. José Wilson Siqueira Campos
  30. Delegado Antônio Gonçalves Pereira dos Santos
  31. Coronel PM Milton Ananias
  32. Padre Jesus Flores
  33. Soldado PM Adevone Mesquita da Silva
  34. Liosmar Evaristo Mendanha (Léo Mendanha)
  35. Ronaldo Ramos de Caiado Filho
  36. Coronel PM Agnaldo Denizart Soares
  37. Coronel BM Anthony Jefferson Soares Frazão
  38. Capitão PM Euler Deolindo Justino Franco
  39. Coronel PM Hélio Teixeira
  40. Coronel PM Cícero Bueno Brandão
  41. José Mendonça Teles
  42. Major PM Oscar Alvéolos
  43. Tenente-Coronel PM Arnaldo de Moraes Sarmento
  44. Major PM Lindolfo Emiliano Passos
  45. Edson Rodrigues
  46. Promotor Isaac Benchimol Ferreira
  47. Manoel dos Reis Machado (Mestre Bimba)
  48. Hailé Salessiê de Goiás Pinheiro
  49. Onésio Alvarenga Brasileiro
  50. Antônio Accioly
  51. Berenice Teixeira Artiaga
  52. Tenente-Coronel PM Solomão Clementino de Faria
  53. Major PM Hermílio Celestino Rodrigues
  54. Cabo PM Osvaldo Batista Filho
  55. 2º Sargento BM Deusmar Socorro Martins
  56. Cabo BM Genivaldo de Oliveira Cardoso
  57. Soldado BM Natanael Gomes Mesquita
  58. Geraldo Policiano Nogueira (Geraldinho)
  59. Édson de Brito Rangel
  60. Juscelino Kubitscheck de Oliveira

O patrono proeminente é o Cel. Getulino Artiaga Lima, e no presente momento, a academia conta com 30 acadêmicos, incluindo as notáveis figuras conhecidas como “anhanguera”.

A notável instituição tem a Caixa Beneficente como sua mantenedora. Há décadas, essa associação desempenha um papel fundamental na representatividade e no apoio aos militares de Goiás. Sua parceria com a academia é um testemunho do compromisso compartilhado com a preservação e a celebração do valioso patrimônio cultural e intelectual da região.

A academia desempenha um papel de relevo na promoção da cultura, da ciência e da literatura em Goiás, mantendo viva a memória e o legado de figuras ilustres, como o Coronel Mauro Borges Teixeira e o Cel. Getulino Artiaga Lima.

Em suma, a Academia Goiana de Letras, Ciências e Cultura dos Militares de Goiás – Coronel Mauro Borges Teixeira, com sua história rica e seu compromisso com a cultura e a ciência, continua a ser um farol de excelência e honra, perpetuando os legados do Coronel Mauro Borges Teixeira e do Cel. Getulino Artiaga Lima para as gerações futuras.

Comentários

Para comentar e visualizar os comentários é necessário estar logado ou criar conta.