BOPE – Tudo o que você precisa saber sobre o Batalhão de Operações Especiais

BOPE - Batalhão de Operações Especiais
BOPE – Batalhão de Operações Especiais

A origem do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) no Brasil remonta à década de 1960, quando foi criada a Companhia de Operações Especiais (COE) no Rio de Janeiro, pelo então capitão Goro Yassumoto.

A COE era formada por policiais voluntários que recebiam treinamento especializado em técnicas de guerrilha e contra-guerrilha.

A COE participou de diversas operações importantes, como a repressão à guerrilha do Araguaia, a invasão da embaixada da Alemanha Ocidental em 1970 e a captura do sequestrador do embaixador dos Estados Unidos em 1969.

Em 1978, a COE foi transformada em Núcleo de Operações Especiais (NOE), que passou a integrar o Batalhão de Polícia de Choque (BPChq).

Sumário:

Em 1982, o NOE foi elevado à categoria de companhia independente, com o nome de Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE).

Em 1988, o CIOE foi novamente incorporado ao BPChq, como uma subunidade especializada.

Em 1991, o CIOE foi desmembrado do BPChq e passou a se chamar Batalhão de Operações Especiais (BOPE), com autonomia administrativa e operacional.

O grande idealizador do BOPE do Rio de Janeiro foi o coronel Paulo César Amendola, que deu início a essa nova linha dentro da polícia.

Quando foi criado, o BOPE ainda não havia tomado as proporções que tem hoje.

O BOPE do Rio de Janeiro foi o primeiro do Brasil e serviu de inspiração para a criação de outras unidades similares em outros estados.

Hoje, existem 15 BOPEs estaduais no país, cada um com sua própria história e características.

Quais são os requisitos para entrar no BOPE?

Créditos: autor não encontrado

Os requisitos para entrar no BOPE podem variar de acordo com o estado em que o batalhão atua, mas em geral, são os seguintes:

  • ser policial militar concursado;
  • ser voluntário;
  • ter mais de 18 anos;
  • ser solteiro;
  • ter ensino médio completo;
  • ter no mínimo dois anos de atuação na polícia militar;
  • ter altura mínima de 1,60 m para homens e 1,55 m para mulheres;
  • não ter histórico de indisciplina na PM;

Além desses requisitos, o candidato a entrar no BOPE deve passar por um dos cursos de formação oferecidos pelo batalhão, que são o Curso de Ações Táticas (CAT) ou o Curso de Operações Especiais (COEsp).

Esses cursos são muito rigorosos e exigem um alto nível de preparação física, mental e técnica dos participantes. Os cursos têm duração média de 14 semanas e são realizados em período integral.

Como é o treinamento do BOPE?

Créditos: @policiamilitargo

O treinamento do BOPE é um dos mais rigorosos e exigentes do mundo, pois visa preparar os policiais para enfrentar situações de alto risco e complexidade.

O treinamento do BOPE é dividido em dois cursos principais: o Curso de Ações Táticas (CAT) e o Curso de Operações Especiais (COEsp).

O CAT tem como objetivo capacitar os policiais para atuar em operações de controle de distúrbios civis, resgate de reféns, combate em áreas urbanas e rurais, entre outras.

O curso tem duração média de 14 semanas e é realizado em período integral.

O COEsp tem como objetivo capacitar os policiais para atuar em operações de combate ao terrorismo, desativação de explosivos, mergulho, montanhismo, paraquedismo, sobrevivência na selva, entre outras. O curso também tem duração média de 14 semanas e é realizado em período integral.

Durante os cursos, os policiais são submetidos a provas físicas, técnicas e psicológicas, que testam seus limites e sua capacidade de resistir ao estresse, à fadiga e à dor.

Os policiais também recebem instruções teóricas sobre legislação, direitos humanos, ética, tática, armamento, entre outras.

Os cursos do BOPE são considerados muito difíceis e desgastantes, e muitos candidatos desistem ou são reprovados ao longo do processo.

Segundo o ex-capitão do BOPE Rodrigo Pimentel, o primeiro mês do treinamento é chamado de “inferno”, pois os policiais dormem apenas três horas por noite e precisam negociar a alimentação por algum tipo de atividade.

Além disso, os policiais enfrentam situações como marchas de 120 quilômetros a cavalo sem sela, lutas contra vários oponentes ao mesmo tempo e exposição ao frio extremo .

O treinamento do BOPE é reconhecido internacionalmente por sua qualidade e eficiência, e forma policiais altamente qualificados e preparados para cumprir sua missão com profissionalismo, coragem e disciplina.

Símbolo do BOPE e seu significado

O símbolo do BOPE é uma caveira com uma faca encravada de cima para baixo e duas pistolas cruzadas, sobre um fundo vermelho e preto.

O significado desse símbolo é controverso e pode variar de acordo com a interpretação de cada um.

Segundo o ex-capitão do BOPE Rodrigo Pimentel, a faca na caveira representa a capacidade do ser humano de se superar, além da ousadia e coragem para cumprir as suas perigosas missões.

A faca também simboliza o sigilo das operações e o instrumento de combate mais antigo e eficaz que o homem já desenvolveu.

A caveira do BOPE simboliza a inteligência e o conhecimento, mas também a morte. A caveira também representa a vitória sobre a morte, pois o BOPE atua em situações extremas e arrisca a própria vida em defesa da sociedade.

As pistolas cruzadas representam o armamento utilizado pelo BOPE e a disposição para o combate.

As pistolas também simbolizam a justiça e a lei, pois o BOPE é uma força policial que age dentro dos limites legais.

O fundo vermelho e preto representa as cores do estado do Rio de Janeiro, onde o BOPE foi criado e tem sua sede.

O vermelho também representa o sangue derramado pelos policiais do BOPE e pelos criminosos que enfrentam. O preto também representa o luto pelos policiais mortos em serviço.

Quais as principais missões do BOPE?

As principais missões do BOPE são realizar operações de alto risco, como resgate de reféns, combate ao terrorismo, controle de distúrbios civis e intervenção em áreas conflagradas pelo tráfico de drogas.

Créditos: Instagram | @joaojunior

O BOPE também é responsável por desativar explosivos, negociar com criminosos, atirar com precisão e prestar primeiros socorros.

O BOPE é considerado uma das melhores e mais temidas tropas militares do mundo, por sua capacidade de enfrentar situações extremas e arriscar a própria vida em defesa da sociedade.

O BOPE é conhecido por sua disciplina, coragem e profissionalismo, além de seu símbolo marcante: uma caveira perfurada por uma adaga e duas pistolas cruzadas.

  • Em 2000, o BOPE participou da operação que libertou 120 reféns mantidos por presos rebelados na Casa de Custódia de Benfica, no Rio de Janeiro.
  • Em 2007, o Batalhão de Operações Especiais foi acionada para resgatar um grupo de turistas sequestrado por traficantes na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro.
  • Em 2010, lideraram a operação que ocupou o Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, uma das maiores áreas dominadas pelo tráfico de drogas na cidade.
  • Em 2014, atuaram na segurança da Copa do Mundo FIFA, realizada no Brasil, sendo responsáveis por escoltar delegações estrangeiras e autoridades que visitaram o país.
  • Em 2019, protagonizaram uma operação que chamou a atenção do país: o sequestro do ônibus da linha 2520 na Ponte Rio-Niterói. Um homem armado com uma pistola e uma faca fez 37 reféns e ameaçou incendiar o veículo. Após quatro horas de negociação infrutífera, um atirador de elite do BOPE disparou um tiro fatal contra o sequestrador.

Além dessas operações, essa equipe de elite também pode ser acionada para:

  • Desativar explosivos, como bombas caseiras ou artefatos deixados por criminosos em locais públicos ou privados.
  • Negociar com criminosos que estejam ameaçando a vida de pessoas inocentes ou a ordem pública, como sequestradores, assaltantes ou terroristas.
  • Intervir em áreas conflagradas pelo tráfico de drogas, onde há confrontos armados entre facções rivais ou entre criminosos e policiais.

Essa equipe está sempre pronta para enfrentar qualquer desafio e garantir a segurança da população.

Oração do BOPE

Senhor, tu que és o maior dos artistas, fonte das mais belas inspirações, abençoa o meu talento e as minhas obras.
Maravilhoso é o dom que me deste na louvada missão de servir-te com alegria, e de exercer o meu trabalho com amor e dedicação.
Por isso, agradeço-te por permaneceres sempre comigo.
Dá-me o equilíbrio entre a razão e a emoção, humildade e sabedoria para me aperfeiçoar.
Inspira-me, ó Mestre, à criação do novo e do belo.
Protege também, todos os artistas em suas carreiras e gêneros.
Faze com que minhas obras contribuam para a construção de teu reino, e que eu prospere, seguindo teus desígnios, pelos caminhos gloriosos da arte.
Amém.

Conclusão

Em conclusão, o BOPE é uma das tropas de elite mais respeitadas e temidas do mundo.

Com uma equipe altamente treinada e equipamentos de última geração, o BOPE está sempre preparado para enfrentar os desafios mais difíceis e garantir a segurança da população.

Seja em operações de resgate, combate ao crime organizado ou proteção de grandes eventos, o BOPE tem se destacado pela sua eficiência e coragem.

A presença do BOPE traz uma sensação de segurança para a população, e sua atuação tem sido fundamental para a redução da criminalidade em muitas regiões do país.

Por todas essas razões, podemos afirmar que o BOPE é um orgulho para o Brasil e um exemplo de excelência em operações especiais.

Comentários

Para comentar e visualizar os comentários é necessário estar logado ou criar conta.