A história do Exército Brasileiro

A história do exército brasileiro

O exército Brasileiro é a mais antiga das três forças armadas do país e tem uma longa e rica história de participação em conflitos internos e externos. Nesta postagem, vamos conhecer um pouco mais sobre a origem, a evolução e os principais feitos do exército Brasileiro.

A origem do exército Brasileiro remonta ao período colonial, quando os portugueses organizaram expedições militares para proteger os seus domínios na América. No entanto, foi na guerra contra os holandeses, no século XVII, que se formou uma identidade nacional entre os brasileiros que lutaram pela reconquista do nordeste. A primeira Batalha dos Guararapes, em 19 de abril de 1648, é considerada o marco simbólico do nascimento do exército Brasileiro, pois reuniu brancos, negros e índios sob o mesmo ideal . Essa data é comemorada como o Dia do Exército.

Após a independência do Brasil em 1822, o exército Brasileiro se consolidou como uma força nacional e enfrentou diversos desafios para garantir a integridade e a soberania do país. Entre eles, destacam-se a Guerra da Cisplatina (1825-1828), que resultou na separação do Uruguai; a Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), contra o Paraguai; e a Guerra de Canudos (1896-1897), contra um movimento popular liderado por Antônio Conselheiro.

Durante o período republicano, o exército Brasileiro teve um papel importante na política nacional, participando de golpes de estado e revoluções. Os dois primeiros presidentes da República eram militares: marechal Deodoro da Fonseca e marechal Floriano Peixoto. O exército também esteve envolvido nas revoltas da Armada (1891-1894), na Revolução Federalista (1893-1895), na Revolta da Vacina (1904), na Revolta da Chibata (1910), na Guerra do Contestado (1912-1916), na Revolução de 1930 e no Estado Novo (1937-1945).

No século XX, o exército Brasileiro também participou de conflitos internacionais, como a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), enviando uma missão médica; e a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), enviando a Força Expedicionária Brasileira (FEB) para combater na Itália ao lado dos Aliados. Após a redemocratização em 1945, o exército voltou aos quartéis, mas ainda teve influência na política até o fim da ditadura militar (1964-1985).

Atualmente, o exército Brasileiro tem como missão defender o território e a soberania nacional; garantir os poderes constitucionais; cooperar com o desenvolvimento nacional; manter a lei e a ordem; auxiliar em situações de emergência ou calamidade pública; e participar de operações de paz sob mandato internacional. O exército conta com cerca de 220 mil militares profissionais e cerca de 1 milhão de reservistas. O seu comandante é o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

O exército Brasileiro é uma instituição centenária que tem contribuído para a história e para o progresso do país. É também um símbolo de patriotismo e de respeito à Constituição. Conhecer a sua trajetória é uma forma de valorizar os seus feitos e os seus valores.

Comentários

Para comentar e visualizar os comentários é necessário estar logado ou criar conta.