Tragédia em Cristalina-GO: Dois Policiais Militares Perdem a Vida em Perseguição a Criminoso no Rio São Bartolomeu

Na noite de ontem terça-feira (3), a comunidade de Cristalina, em Goiás, foi abalada por uma tragédia que tirou a vida de dois bravos policiais militares. O cabo Wenderson André da Silva Alves, de 31 anos, e o soldado Pedro Felipe Moreira da Nóbrega, de 33 anos, perderam a vida em uma arriscada perseguição a um criminoso que os levou às águas turbulentas do Rio São Bartolomeu.

O incidente ocorreu por volta das 17h50, quando os valentes policiais tentavam capturar um suspeito nas proximidades do município de Cristalina. Em uma operação de alta tensão, os policiais entraram no Rio São Bartolomeu em busca do indivíduo que havia pulado no rio na tentativa de fugir das autoridades. Um terceiro policial, determinado a alcançar o criminoso, também se aventurou nas águas perigosas.

No entanto, as condições no Rio São Bartolomeu naquela noite eram extremamente adversas. As águas estavam turvas, repletas de lama e galhos submersos, o que complicou consideravelmente as operações de busca e salvamento. Os esforços para localizar os policiais desaparecidos foram intensificados com a ajuda de mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás e do Distrito Federal.

As operações de busca se estenderam pela noite, com os resgatistas enfrentando condições desafiadoras. Finalmente, às 23h40, as equipes de resgate conseguiram localizar os corpos das vítimas. Os corpos estavam a aproximadamente 50 metros da margem do rio e a uma profundidade de 15 metros.

O cabo Wenderson André da Silva Alves e o soldado Pedro Felipe Moreira da Nóbrega eram heróis em sua comunidade e deixam um legado de coragem e dedicação ao serviço policial. Suas vidas foram tragicamente ceifadas em busca da segurança de seus concidadãos.

As autoridades estão prestando apoio às famílias enlutadas nesse momento de profunda tristeza e luto. A perda de dois bravos policiais é uma lembrança dolorosa dos perigos enfrentados diariamente pelos agentes da lei em sua busca incansável pela justiça e pela segurança pública.

A comunidade de Cristalina-GO e todo o estado de Goiás estão de luto por essa tragédia, e a memória dos policiais Wenderson André da Silva Alves e Pedro Felipe Moreira da Nóbrega será honrada e lembrada para sempre.