‘Só estou morto quando estiver enterrado’ Jair Bolsonaro projeta futuro político

“Entrevista de Jair Bolsonaro à Crusoé | Fonte da imagem: Reprodução / YouTube / O Antagonista”

Em uma entrevista recente à revista Crusoé, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) revelou seu entusiasmo político e discutiu os planos de seu partido para os próximos pleitos, apesar de sua inelegibilidade determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Mesmo com a inelegibilidade, Bolsonaro está empenhado em fortalecer o Partido Liberal e revelou que o objetivo é conquistar mil prefeituras nas eleições municipais de 2024. Ele destacou que muitos prefeitos têm se alinhado com sua sigla, e a prioridade é evitar que partidos de esquerda ganhem mais municípios.

Além disso, Bolsonaro mencionou que as conversas com o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), estão avançadas, e elogiou a humildade e o trabalho de Nunes. Quanto ao vice de chapa, eles estão analisando algumas opções e estão prestes a tomar uma decisão em conjunto com Valdemar Costa Neto, presidente do PL.

Durante a entrevista, Bolsonaro também fez elogios ao governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), descrevendo-o como um “gestor fenomenal” e uma pessoa “pura politicamente”. O ex-presidente negou que as divergências sobre a reforma tributária tenham afetado sua relação com Tarcísio.

Sobre a decisão do TSE que o tornou inelegível, Bolsonaro manifestou tristeza e considerou injusto que um país condene seus cidadãos não por erros, mas por virtudes. Ele também expressou sua visão de que o TSE foi arbitrário em suas decisões contra ele, apesar de ter entregue o país em melhores condições do que recebeu.

Quando questionado sobre o ministro Alexandre de Moraes, relator de casos que o afetam, Bolsonaro afirmou não temer o ministro, mas manifestou preocupação com possíveis arbitrariedades.

Em resumo, Jair Bolsonaro demonstrou otimismo em relação ao futuro político de seu partido, apontando para os planos em eleições futuras e enfatizando sua determinação em seguir atuando na arena política. Apesar da inelegibilidade, o ex-presidente se mantém engajado e influente no cenário político nacional.

Fonte: Pleno News