Sem rodeios: Coronel Câmara desmascara sensacionalismo na matéria do “Jornal daqui” e “O Popular” sobre óbitos em intervenções policiais

O Chefe do Estado Maior Estratégico da Polícia Militar de Goiás (PMGO), Coronel Câmara, recentemente fez um comentário no Instagram em resposta a uma matéria publicada pelo “Jornal daqui”.

A reportagem mencionava que o número de óbitos decorrentes de intervenções da polícia havia dobrado em relação às Mortes Violentas Intencionais, quando comparado a 2018, colocando Goiás como o segundo estado com a maior proporção no país.

O comentário do Coronel Câmara gerou diversas reações, com muitos apoiando sua posição e criticando a abordagem do jornal.

No comentário feito pelo Coronel Câmara, ele expressa descontentamento com a matéria do “Jornal daqui”.

Ele afirma que parte da imprensa é míope ou atua a serviço de outros interesses, tentando manipular a opinião pública contra aqueles que trabalham diariamente na defesa da sociedade.

O Coronel também faz menção a uma visão ultrapassada da imprensa, que acreditava na verdade absoluta daquilo que era publicado em meios tradicionais como “O Popular” e no “Jornal Nacional”.

No entanto, ele destaca que os tempos mudaram, com o advento das redes sociais e outros meios de comunicação, que permitiram mais liberdade de acesso à informação.

O Chefe do Estado Maior Estratégico da PMGO ressalta que Goiás é considerado o estado mais seguro do Brasil e que não recua em suas ações em prol dos interesses da população.

Ele defende que a imprensa precisa se atualizar e buscar novas estratégias, pois acredita que ela ainda não percebeu a mudança do cenário de informação e da opinião pública.

Além disso, o Coronel Câmara afirma que a população goiana escolheu o caminho de manter o controle e o domínio do crime no estado, e ele e sua equipe continuarão defendendo e protegendo as pessoas, combatendo o crime e garantindo o cumprimento das leis, mesmo com risco da própria vida.

Reações

O comentário do Coronel Câmara gerou muitas reações nas redes sociais, especialmente no post do Instagram do “Jornal daqui”.

Houve uma série de comentários negativos dirigidos ao jornal, acusando-o de sensacionalismo e falta de imparcialidade na reportagem.

Muitos apoiadores do Coronel elogiaram sua postura firme em defender a atuação da Polícia Militar de Goiás e a segurança do estado.

Além disso, algumas pessoas destacaram o trabalho árduo realizado pelos policiais em prol da população e mostraram apoio às ações da corporação.

Dados de Goiás

Com base em dados concretos, é possível afirmar que Goiás tem alcançado resultados significativos na redução dos índices de criminalidade. Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás, todas as formas de criminalidade têm apresentado queda expressiva.

Os homicídios, por exemplo, tiveram uma redução de mais de 31%, os latrocínios caíram em 56%, e os casos de lesão corporal seguida de morte diminuíram em 61%.

Em relação aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), no ano de 2020, Goiás registrou uma redução de 10,4% em comparação com os números de 2019.

Essa taxa abrange diversos tipos de crimes violentos, incluindo homicídios (-9,39%), latrocínios (-22%) e lesão corporal seguida de morte (-38,9%).

Os avanços positivos continuaram em 2021, com uma queda adicional de 18,32% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em relação aos números de 2020.

Desde o início da gestão do governador Ronaldo Caiado, em 2019, os homicídios foram reduzidos em 41,8%, e os latrocínios alcançaram uma queda impressionante de 67,6%.

Esses resultados são inegavelmente promissores e trazem excelentes notícias para o povo de Goiás!