Operação Implacável do COD em Goiás: Neutralização de Estuprador Serial em Confronto Armado

Foto: Reprodução

Noite de Terça-feira, 14 de Novembro – O Comando de Operações de Divisas (COD) agiu de maneira eficaz após receber informações sobre um indivíduo de altíssima periculosidade envolvido em reiterados casos de estupro. O criminoso, com uma extensa ficha criminal, vinha aterrorizando a população, drogando suas vítimas e ameaçando-as para que não o denunciassem.

Detalhes da Operação

O Comando de Operações de Divisas, após compartilhamento de informações, identificou o criminoso, um indivíduo de 56 anos com uma longa lista de condenações, incluindo estupro, homicídios, roubo, tráfico e porte de arma. Destaque para um homicídio em que o criminoso assassinou um vigilante que descobriu o estupro de sua sobrinha.

Ação do COD

Uma operação foi imediatamente desencadeada para localizar e prender o autor dos crimes. O TORMe BRAVO, em patrulhamento próximo a Inhumas, identificou dois indivíduos em um veículo com as características do criminoso. Após sinalizar para a abordagem, os suspeitos desobedeceram à ordem de parada, resultando em um longo acompanhamento.

Confronto Armado

O indivíduo parou o veículo e, juntamente com seu comparsa, efetuou disparos de arma de fogo em direção à equipe do COD. Em resposta à injusta agressão, foi necessário revidar. Após a troca de tiros, o socorro médico foi imediatamente acionado, constatando o óbito do criminoso.

O segundo indivíduo conseguiu escapar por um matagal, deixando para trás a arma de fogo utilizada no atentado contra os policiais.

Resultados da Operação

  • 01 criminoso em óbito: Autor de reiterados estupros.
  • 01 Pistola Calibre 380 apreendida: Com 07 munições intactas.
  • 01 Revólver Calibre 32 apreendido: Com 02 munições intactas e 03 deflagradas.
  • 30 porções de cocaína e uma balança de precisão apreendidas.
  • Prejuízo financeiro direto para o crime: R$ 155.000,00.

A ação do COD resultou na neutralização de um criminoso perigoso, proporcionando alívio para a comunidade e demonstrando a eficácia das forças de segurança na repressão a crimes graves.

Fonte: COD – Goiás