Comandante Geral em Exercício do CBMGO Agradece pela Aprovação da Lei Orgânica das Polícias Militares e Corpo de Bombeiros

Comandante Geral em Exercício do CBMGO Agradece pela Aprovação da Lei Orgânica
Foto: Reprodução

Ontem (08/11), em uma mensagem oficial divulgada nas redes sociais do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO), o Comandante-Geral em exercício, Coronel Pablo Lamaro Frazão, expressou profundo agradecimento aos deputados federais e senadores goianos, com destaque para os senadores Jorge Kajuru e Wilder Morais, pela aprovação da Lei Orgânica das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil. Essa conquista representa um marco histórico para essas instituições em todo o país.

Coronel Frazão destacou a importância da colaboração e da ação conjunta das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares dos estados da federação, que trabalharam em uníssono para alcançar resultados positivos em prol do bem comum. A aprovação da Lei Orgânica é vista como um avanço significativo, não apenas para as instituições militares, mas também para toda a população brasileira.

Em sua fala, o Comandante-Geral expressou sua gratidão aos parlamentares por desempenharem um papel fundamental nesse processo. Ele ressaltou que o resultado da aprovação da lei promoverá o avanço de diversas pautas que beneficiarão não apenas as Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares, mas toda a sociedade brasileira.

A aprovação da Lei Orgânica das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil representa um importante passo na modernização e fortalecimento dessas instituições, contribuindo para a segurança e o bem-estar de todos os cidadãos do país. O comprometimento dos parlamentares goianos e a união de esforços das instituições militares demonstram o poder da colaboração em prol do bem comum.

Agora, a implementação e execução dessa lei prometem trazer melhorias substanciais para as Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares em todo o Brasil, fortalecendo sua capacidade de servir e proteger a sociedade. A aprovação da lei é um marco histórico que merece reconhecimento e celebração.