Origem do PROERD no Brasil

O PROERD é um programa educacional que visa prevenir o uso de drogas e a violência entre crianças e adolescentes. O programa é baseado no DARE (Drug Abuse Resistance Education), criado nos Estados Unidos em 1983 pela professora e psicopedagoga Ruth Rich e pelo chefe do Departamento de Polícia de Los Angeles Daryl Gates.

O programa chegou ao Brasil em 1992, no Rio de Janeiro, por iniciativa do então comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), coronel Mário José Sotero de Menezes. Em 1997, o programa foi estendido para a Polícia Militar de São Paulo (PMESP), que criou o Centro de Treinamento do Programa em 1998. Desde então, o PROERD se expandiu para mais de 18 estados brasileiros e o Distrito Federal, sendo desenvolvido pelas Polícias Militares em parceria com as escolas e as famílias.

O PROERD consiste em uma série de lições ministradas por policiais militares treinados, que abordam temas como os efeitos das drogas no organismo, as consequências legais e sociais do uso de drogas, as técnicas de resistência à pressão dos colegas e à propaganda enganosa, a autoestima, a tomada de decisões responsáveis e a solução pacífica dos conflitos. O programa também envolve os pais ou responsáveis dos alunos, que recebem orientações sobre como prevenir e identificar o uso de drogas pelos filhos.

O objetivo do PROERD é formar cidadãos conscientes dos riscos das drogas e da violência, capazes de fazer escolhas saudáveis e positivas para suas vidas. O programa também busca fortalecer os laços entre a polícia, a escola e a comunidade, promovendo uma cultura de paz e cidadania.